Atenção na compra de um novo televisor para TDT / DVB-T

Com a Televisão Digital Terrestre, a chegar a Anacom alerta para a necessidade dos novos aparelhos serem compatíveis com a norma DVB-T e a descodificação de vídeo ser em MPEG-4/H.264.

Com a Televisão Digital Terrestre, a chegar a Anacom alerta para a necessidade dos novos aparelhos serem compatíveis com a norma DVB-T e a descodificação de vídeo ser em MPEG-4/H.264.

Sistema analógico deverá dar lugar ao digital em 2012

A seguir aos brinquedos, os televisores ocupam parte substancial dos catálogos das grandes superfícies comerciais e de electrodomésticos como sugestões de prendas para este Natal. A prever o entusiasmo (pressão!) que ataca todos os portugueses nesta época, graças ao subsídio de Natal, a Anacom (Autoridade Nacional de Comunicacões, em Portugal) emitiu, ontem, um aviso, alertando para a importância de adquirir aparelhos capazes de receber a televisão digital terrestre (TDT).

O regulador lembra que, por sua deliberação de 20 de Outubro de 2008, foi atribuído um direito de utilização de frequências para o serviço de TDT de cobertura de âmbito nacional, destinado à transmissão de serviços de programas televisivos de acesso não condicionado (livres), ganho pela Portugal Telecom. Assim, as futuras emissões de TDT em Portugal terão por base a tecnologia DVB-T e a compressão de vídeo MPEG-4/H.264

Assim, para recepção das emissões de TDT com estas características técnicas, o telespectador “deverá confirmar se as especificações técnicas do(s) equipamento(s) de que dispõe respeitam, no mínimo, duas condições: compatibilidade com a norma DVB-T e descodificação de vídeo em MPEG-4/H.264″, avisa a Anacom. 

Ou seja, os consumidores terão de adquirir um televisor digital integrado já com capacidade de recepção de DVB-T e descodificação de vídeo em MPEG-4/H.264 se quiserem que as televisões que agora vão comprar recebam o sinal de TDT.

A mesma entidade chama ainda a atenção para o facto de “muitos dos equipamentos presentemente disponíveis em Portugal, com indicação de compatibilidade com DVB-T, designadamente televisores digitais integrados, disporem apenas de descodificação de vídeo em MPEG-2, o que não possibilita, por si só, a recepção de TDT, carecendo assim de dispositivo externo ou set-top-box“. Este é, aliás, o dispositivo a instalar (entre a tomada de antena e o televisor) nos aparelhos actuais ou nos não compatíveis, para quem queira ter o novo serviço. 

E para aceder aos serviços e programas em alta definição (HD) “o televisor deverá ter, pelo menos, uma resolução vertical mínima de 720 linhas (720p), disponível nos equipamentos com o logótipo com a sigla HD Ready, e, tratando-se de um televisor digital integrado, dispor de capacidade de descodificação de vídeo para conteúdos em alta definição; a designação Full HD refere-se a televisores com maior resolução vertical, 1080 linhas (1080p).

Já a set-top-box deverá ter uma interface HDMI (preferencialmente na versão 1.3 ou subsequentes) e capacidade de descodificação de vídeo para conteúdos em HD, que são identificados pelo logótipo HD TV.

TDTSAT.com.pt - Loja Online
VN:F [1.9.22_1171]
Resultado: 0.0/5 (0 votes)
ARTIGOS RECOMENDADOS
COMENTARIOS
  1. zeca comentou:

    Sera que este sintonizador usb funciona em Portugal? Obrigado

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

 

 

COPYRIGHT © 2009-2017 Portal TV Digital. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS